Happy Go Lucky

ela lembra um pouco a Sandra Bullock

Drama inglês um pouco fora dos padrões comerciais, cativa pela simplicidade e falta de pretensão.

Conta a história de uma excêntrica professora primária que tem uma ótica totalmente otimista sobre a vida, nunca se deixando levar por situações ruins. O filme é bem linear (nota-se logo no início pela forma como os planos são conduzidos – alguns bem lentos) contendo situações regulares de clímax, como as aulas de direção ou de flamenco. Situações essas em que há o confronto entre visões pessimistas de personalidades conflituosas com a inabalável felicidade da protagonista.

Um ponto forte e uma das cenas mais nonsense é o encontro com o maluco que mora na rua, no qual a protagonista se deixa levar na loucura do cara, não revelando algum tipo de pretensão fantasiosa de querer mudar ou resolver a situação, mas simplesmente de entender aquele mundo peculiar dele. Inclusive, é a resistência passiva e otimista o foco que o filme deixa como lição.

Lição mais ou menos do tipo: o mundo é desequilibrado, não adianta lutar com pessoas que não vão se convencer de seu desequilíbrio -muito pelo contrário, a maioria ainda encontra reforços. O tempo todo fica bem claro que a personagem é focada em si mesma mas isenta de egoísmo, deixando com que o psicótico instrutor, a desequilibrada professora de dança, a irmã controladora ciumenta e obsessiva simplesmente passem tangenciando sua vida, sem contaminá-la.

Assisti pois a Gi disse que o filme era a minha cara, no início achei um pouco esquisito (a minha cara deve ser esquisita), mas acho que ela foi além quando me recomendou. E recomendo.

Trailer

Aulas de direção (excelente atuação: conflituoso e engraçadíssimo)

Anúncios

5 Respostas

  1. Pô esse filme é mega comercial! Você achou diferente porque não é da obamaland.

    13/07/2009 às 3:27 am

    • Tem todos os ingredientes comerciais ali, mas não segue a fórmula Holywoodiana (ainda bem). Se seguisse, ela ainda iria consertar as pessoas e todos terminariam o filme juntos e felizes e o final não é bem assim.

      13/07/2009 às 3:35 am

    • Além do que “mega comercial” não admite planos como o delas bêbadas no início falando m*** por uns cinco minutos. O Trailer que dá uma visão mais comercial

      13/07/2009 às 3:36 am

      • Hum, não sei. Ingleses bebem MUITO. Pra eles é meio normal. Mas eu ainda não vi o filme todo.

        15/07/2009 às 2:00 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s